Poesias e Artes de Dalva Saudo!

Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro

Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro Slideshow: Dalva’s trip to Salto (near Itu) was created with TripAdvisor TripWow!

Poesias, fotos e arte naif

Poesias, fotos e arte naif
Fragmentos de uma vida colorida.

Seguidores

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Romance Ema

          Estou lendo o primeiro romance de Rosana Montero Cappi e gostando muito.Meus parabéns à autora!  Na página 63 chamou-me a atenção a personalidade de Hugo, pai da protagonista da história.Lembrei-me de uma poesia que fiz chamada "SENTIDO DA VIDA", observando um amigo meu.


SENTIDO DA VIDA

Resumo: 

Observando e ouvindo meu amigo, durante quatorze anos, fiz uma biografia de sua existência! Uma fotografia de sua alma que é semelhante a algumas outras.

          
          HÁ MOMENTOS EM QUE O HOMEM MEDITA SUA TRAJETÓRIA 
          VÊ-SE TRISTE, RELEMBRA SUA HISTÓRIA. 
          PENSA NA VIDA, PENSA NA MORTE. 

          A TRISTEZA É TANTA QUE ESQUECE DE SORRIR. 
          PENSA NA HORA DE PARTIR. 
          PENETRA NUM ABISMO EMOCIONAL, 
          QUE LHE CAUSA GRANDE MAL. 
          MESMO TRISTE, FICA SEM LÁGRIMAS PARA CHORAR. 

          SABE O QUE PODE FAZER. NÃO FAZ NADA!!! 
          FICA SEMPRE REFLETINDO SEM SABER AONDE IR. 

          VOLTA-SE P'RA ELE MESMO E ENCONTRA A SOLIDÃO 
          MESMO ESTANDO NA MULTIDÃO! 

          ESTÁ ENTRE NÓS... MAS SOZINHO!!! 

          NÃO CONSEGUE SE LIBERTAR 
          NÃO SABE MAIS SORRIR 
          APENAS MEDITAR, REFLETIR, QUSTIONAR... 
          QUER SABER QUEM É... FICA SEM VONTADE DE FALAR... 
          SÓ CALAR! 

          FICA ENLUTADO, SEM SABER O QUE PERDEU. 
          SABE MUITO MAIS DO SEU VAZIO. QUASE NADA DO SEU EU. 

          FICA QUESTIONANDO PORQUE VEIO AO MUNDO, 
          O QUE FAZ AQUI E PARA ONDE VAI. 

          FICA PENSANDO EM SUA EXISTÊNCIA SEM CONSEQUÊNCIA.. 
          SUA VIDA É UM REFLETIR SOBRE O EXISTIR! 


5 comentários:

Anônimo disse...

Querida poeta amiga estrela Dalva,
É um prazer saber que está lendo este meu primeiro romance e por ter ligado um poema tão belo, ao personagem Hugo.
Minha querida, você está na página 63. Espero que cheque até o final das 350 páginas, pois ainda vão acontecer muitas coisas e sua opinião é muto importante.
Obrigada pelo carinho.
Beijão
Rosana

DALVA SAUDO disse...

Sim, querida escritora: continuarei lendo! Estou amando-o!

Marco Rocca disse...

Muito bons estes versos. Parabéns poetisa!

DALVA SAUDO disse...

Meus agradecimentos Marco Rocca! Foi um enorme prazer vê-lo aqui no blog!
Obrigada pelo comentário. Estou no final do romance EMA.
É lindo demais.

Lu Narbot disse...

Dalva, bom demais o poema. Você é uma observadora da natureza humana. Há gente que parece mesmo perdida no mundo, sem saber a que veio e você, neste poema, descreveu isto muito bem. Parabéns.